You are here

Trombose venosa profunda

Trombose venosa profunda

Uma trombose venosa profunda (TVP) é um coágulo sanguíneo que costuma se formar nas veias profundas da parte inferior da perna ou do braço e que pode bloquear o retorno venoso. Uma TVP pode causar dor ou inchaço nas pernas, mas também pode não apresentar sintomas. A TVP não costuma ser fatal, mas pode ser caso um coágulo se solte e embolize para os pulmões. Isto recebe o nome de embolia pulmonar (EP).

Causas

Em geral, uma TVP é causada por uma combinação de duas ou três condições inerentes:

  • Fluxo sanguíneo lento ou fraco através de uma veia principal,
  • Uma tendência do sangue se coagular rapidamente, condição que algumas vezes é hereditária,
  • Irritação, inflamação ou dano à superfície interna da veia.

Fatores de risco para TVP

  • Histórico de TVP prévio ou de trombose venosa superficial
  • Permanecer sentado por tempo prolongado ou mobilidade restrita, como no caso de viagens de longa distância
  • Idade acima de 40 anos
  • Cirurgia (especialmente ortopédica) ou lesão grave
  • Repouso ou imobilidade prolongada
  • Hipertensão
  • Infarto ou derrame
  • Insuficiência cardíaca congestiva
  • Insuficiência respiratória crônica
  • Sobrepeso
  • Sedentarismo
  • Tabagismo
  • Veias varicosas 
  • Altos níveis de estrogênio, como na gravidez ou com o uso de pílulas anticoncepcionais
  • Algumas formas de câncer

Os fatores de risco são cumulativos – quanto mais se tem, maior o risco.

Sintomas de TVP

Dor na perna e rigidez da panturrilha. A dor na panturrilha pode causar dificuldade para andar. Também podem ser observados sensação de calor e um aspecto ligeiramente azulado ou avermelhado da pele. Inchaço agudo da panturrilha ou da perna toda (na maioria dos casos unilateral).

No entanto, cerca de 50% de todos os casos de TVP não possuem sintomas reconhecidos!

Diagnóstico

Quando ocorrerem os sintomas descritos, você deve procurar um médico rapidamente a fim de confirmar ou descartar o diagnóstico, que pode ser feito com um simples exame de ultrassom, que é indolor e não tem risco. Um exame de sangue específico pode ser realizado para medir o “D-dímero”, que sinaliza coagulação recente. O diagnóstico e o tratamento precoces reduzem muito o risco de graves complicações.

Complicações de uma TVP

Cerca de 30% dos pacientes de TVP terão um evento recorrente dentro de 10 anos, com o maior risco dentro de 6 a 12 meses.

Fonte: Heit J, et Al. Arch Internal Medicine 2000.160: 761-768.  

A embolia pulmonar (EP) é outra complicação de uma TVP. Ela ocorre quando parte móvel do coágulo (êmbolo) se solta e migra para as artérias pulmonares. A maioria dos pacientes com TVP tem uma embolia pulmonar não detectada. A busca de sua presença não é obrigatória, uma vez que o tratamento de TVP e embolia pulmonar assintomática são a mesma coisa. A embolia pulmonar sintomática é a consequência mais grave de uma TVP, porque pode ser fatal.

Dicas para evitar a TVP

  • Exercite-se regularmente, incluindo alongamento e movimentação das pernas durante viagens
  • Deixe de fumar
  • Evite ganhos de peso
  • Mantenha uma dieta saudável
  • Use meias de compressão SIGVARIS especialmente em situações de risco como viagens de longa duração ou períodos de imobilização

Benefícios da terapia de compressão

Segundo Brandjes DP et. Al. Lancet 1997 e o Estudo da Associação Americana de Saúde Pública, o risco de desenvolvimento de síndrome pós-trombótica inclui inchaço nas pernas, dor e úlceras venosas após TVP é reduzido em até 50% com o uso de meias de compressão médicas.

O uso de meias SIGVARIS de compressão graduada ajuda a reduzir o risco de TVP ao melhorar o retorno do sangue venoso. A SIGVARIS se orgulha em fornecer produtos que oferecem um ajuste confortável e a força de compressão recomendada pelo seu médico.

Tratamento da trombose venosa profunda

O tratamento de uma trombose venosa profunda consistirá na prescrição de medicamentos anticoagulantes e no uso de meias médicas de compressão SIGVARIS 20-30 mmHg. Isto eliminará os sintomas rapidamente e de forma duradoura, e permitirá manter-se ativo e realizar as atividades da vida diária. Ambos os componentes do tratamento durarão por semanas ou meses. A terapia de compressão é a aplicação de pressão externa graduada controlada no membro para reduzir a pressão venosa dentro do mesmo. Esta pressão externa atua como uma camada muscular ao pressionar suavemente as paredes distendidas das veias ao mesmo tempo em que permite o fechamento das válvulas. O diâmetro da veia é reduzido, restaurando assim o fluxo sanguíneo para seu estado normal e auxiliando a circulação geral.

As meias médicas de compressão SIGVARIS proporcionam alívio da dor e do inchaço causados por uma TVP. Os médicos recomendam o uso de meias de compressão de 30-40 mmHg por pelo menos 2 anos após o diagnóstico inicial de TVP. Com isso, o risco de desenvolver outro coágulo se reduz em cerca de 50%. Fonte: Brandjes DP, et. Al. Lancet 1997.

Observe a diferença entre TEDS (Meias Anti-Embólicas) e as meias de compressão graduada: as TEDS são projetadas para evitar a TVP em pessoas que se encontram em posição reclinada (horizontal) por um período longo de tempo, uma vez que um dos fatores de risco para TVP é a imobilização prolongada após uma cirurgia. Para pacientes que deambulam, devem ser usadas meias de compressão graduada.

A SIGVARIS oferece vários produtos de terapia de compressão que proporcionam eficácia, conforto e estilo na força de compressão recomendada por seu médico.

Dependendo do país ou da região do mundo, a linha de produtos SIGVARIS é diferente para refletir as especificidades de cada mercado. Para saber mais sobre as diferentes ofertas de produtos SIGVARIS e o atendimento a clientes em seu país, visite o site da SIGVARIS do seu país.