Distúrbios venosos agudos

Manifestações agudas de distúrbios venosos como embolia pulmonar ou trombose venosa profunda geralmente ocorrem sem condições pré-existentes, mas também podem ser desencadeadas por distúrbios venosos crônicos. Em qualquer caso, o tratamento médico é imediatamente necessário.

Description of disease mechanism with venous disorders

Tromboflebite superficial (TS)

A tromboflebite superficial (TS) é um processo inflamatório relativamente comum associado a um coágulo (trombo) que afeta as veias superficiais (veias próximas à superfície do corpo). Os sinais e sintomas incluem dor local, prurido, sensibilidade, vermelhidão da pele e endurecimento do tecido circundante.  

Tratamento e cuidado da TS

  • Medicação anti-inflamatória e anticoagulante apropriada, conforme prescrito pelo médico responsável  
  • Intervenções cirúrgicas (trombectomia, ligadura)  
  • Cuidados não invasivos com soluções de compressão Sigvaris 

Trombose venosa profunda (TVP)

A trombose venosa profunda (TVP) consiste em um coágulo que geralmente se forma no sistema venoso profundo, principalmente da parte inferior da perna e que pode bloquear o retorno venoso. O coágulo dentro da veia pode se fixar na parede dela, ou pode estar circulando dentro da veia.  

A TVP é causada por uma combinação de vários fatores fisiopatológicos, incluindo danos na parede da veia, estase e hipercoagulabilidade. Os fatores de risco para o desenvolvimento de TVP incluem, entre outros, gestação, medicação contraceptiva, câncer, cirurgia, lesões, IVC e viagens.   

Alguns casos de TVP não apresentam sintomas reconhecidos. Para aqueles que apresentam sintomas, eles podem incluir: 

  • Dor 
  • Calor 
  • Vermelhidão  
  • Inchaço  

As complicações da TVP incluem: 

  • Embolia pulmonar: se o coágulo se soltar e circular através do vaso até as artérias localizadas nos pulmões, ele bloqueia significativamente o fluxo sanguíneo através dos pulmões, o que é uma condição potencialmente fatal.  
  • Síndrome pós-trombótica: quase a metade dos pacientes com TVP desenvolvem uma complicação de longo prazo conhecida como síndrome pós-trombótica (SPT). Essa condição pode manifestar-se como dor crônica, inchaço, peso, edema e alterações na pele do membro afetado. Em casos graves, pode ocorrer o desenvolvimento de úlceras venosas.  

Diagnóstico: quando os sintomas descritos acima ocorrerem, você deve consultar um médico rapidamente para confirmar o diagnóstico, que pode ser feito com uma simples ultrassonografia. O diagnóstico e o tratamento precoces podem reduzir bastante o risco de complicações sérias.

Tratamento e cuidado 

  • O tratamento da TVP consiste em tomar medicamentos anticoagulantes e usar meias-calças de compressão medicinal para melhorar o retorno do sangue venoso e prevenir a SPT. 
  • Também pode incluir a trombectomia para remoção do coágulo.

Importante saber: o tratamento deve eliminar os sintomas de forma rápida e duradoura, mas também permitir que o paciente permaneça móvel e realize suas atividades diárias. 

Illustration deep vein thrombisis

Embolia pulmonar

A embolia pulmonar ocorre quando um coágulo ou parte dele (êmbolos) se desprende e migra para as artérias pulmonares. A embolia pulmonar é uma das consequências mais graves da TVP, pois pode ser fatal. Os sinais de embolia não são específicos e podem incluir dificuldade para respirar, dor torácica, tosse, febre ou expectoração com sangue. Como esses sintomas também são comuns a outras condições médicas, a embolia pulmonar pode não ser reconhecida imediatamente. Apenas testes específicos permitirão um diagnóstico correto, como a tomografia pulmonar (tomografia computadorizada). No caso de tais sintomas, a assistência médica de emergência deve ser solicitada imediatamente.  

Tratamento e cuidados da embolia pulmonar 

O tratamento pode incluir  

Síndrome pós-trombótica

Quase a metade dos pacientes com TVP desenvolvem uma complicação de longo prazo conhecida como síndrome pós-trombótica (SPT). Essa condição pode manifestar-se como dor crônica, inchaço, peso, edema e alterações na pele do membro afetado. Em casos graves, pode ocorrer o desenvolvimento de úlceras venosas. 

Tratamento e cuidado da SPT 

O tratamento pode incluir  

  • Medicação anticoagulante 
  • Trombólise e compressão medicinal  

right_arrow

Guidance for the prevention and treatment of the post-thrombotic syndrome 

One versus two years of elastic compression stockings for prevention of post-thrombotic syndrome (OCTAVIA study): randomised controlled trial 

As evidências científicas mostram (encomendar OCTAVIA One-Pager por e-mail) que, idealmente, a terapia de compressão deve ser continuada por, no mínimo, dois anos após o início da TVP, para reduzir o risco de desenvolver SPT. 

Ruptura de veias varicosas

A ruptura de veias varicosas é definida como o sangramento de veias varicosas. Está associada a uma varicosidade superficial traumatizada, mas um sangramento significativo também pode acontecer a partir de uma área de ulceração. A perda de sangue resultante pode ser profunda e até mesmo fatal.  

Tratamento e cuidado da ruptura de veias varicosas 

  • Para parar o sangramento, a perna deve ser elevada e uma pressão constante deve ser aplicada na ferida.  
  • O aconselhamento médico deve ser procurado imediatamente para que o paciente receba o tratamento adequado. 

Leitura adicional